O Ralicross está de volta, a pista escolhida é cheia de pergaminhos, os pilotos aderiram e o público estará a ver, embora desta vez no conforto do seu lar.

Os homens do Clube Automóvel de Lousada reuniram uma excelente lista de inscritos, quase sete dezenas, sem contar o Pop Cross.
Existem novidades, estreias e regressos. Estamos todos com saudades. Não falta nada para um grande fim de semana!

Nos Iniciados temos três estreias em cinco pilotos. De louvar estes jovens que com terra idade, sem poderem conduzir em estrada, se aventuram ao volante. De notar a ausência de Gonçalo Novo.

A Nacional 2RM conta com nove participantes. Alguns nomes novos, Paulo Reis, Nelson Silva e José Silva. De regresso estão Adão Pinto e Cesar Fortuna, ambos ausentes na primeira prova.
Notada será a ausência de Ricardo Mendonça e João Novo, este último também ausente na Super 1600.


A divisão Nacional A1.6 conta com todos os intervenientes da prova de Sever do Vouga. As corridas prometem. Os outros seis inscritos tentarão, certamente, retirar a José Artur Teixeira o primeiro lugar no Campeonato.


De regresso estão, também José Lameiro e Joaquim Santos, ambos na Super Car Div1. Regressos que há muito é desejados. A acompanhá-los estão os dois pilotos da Div2 que competiram em Sever.

No que toca ao Super Buggy temos duas estreias, Claúdio Coelho com um Polaris e Nuno Godinho que vai estrear um chassis Semog. São quatro os pilotos inscritos.


Ao rubro vai estar o Kartcross, com uma lista de vinte seis concorrentes, vamos ter excelentes corridas. Além dos pilotos vindos da vizinha Espanha, de salientar a estreia de João Teixeira e Tiago Pinto, assim como o regresso de Sérgio Castro.

O PopCross é outra das novidades, com trezes pilotos inscritos. Os concorrentes irão fazer três corridas de qualificação e final.

A divisão rainha do Ralicross está ao rubro, esta é sempre uma divisão em que os milésimos contam. São catorze os candidatos aos lugares do pódio.
Sérgio Meireles com o Ford Fiesta de Mário Teixeira é um dos nomes novos.
Quanto a regressos, temos António Carvalho e Joaquim Pacheco. Outro regresso e estreia na divisão é o de Rodrigo Ribeiro, Pai de João. Irá certamente mostrar aos “jovens” que quem sabe nunca esquece.
João Ribeiro está de volta com um Skoda Fabia que pretende testar, de forma a preparar a época 2021. O piloto pretende alinhar na Super 1600 do Mundial de Ralicross.

Como já todos sabemos, as bancadas vão estar desertas e não haverá pódios. Mas a novidade é a transmissão online da prova. Que poderá assistir no canal YouTube e no Facebook do Clube Automóvel de Lousada.
Já as finais, serão também transmitidas em directo na Bola Tv.
Estão reunidas todas as condições para um regresso em força do Ralicross, Kartcross e Super Buggy.


Como temos feito ultimamente, deixamos um apelo aos pilotos, equipas, comunicação social e colaboradores. Sejam responsáveis, cumpram as diretrizes da DGS, o futuro do Ralicross está nas nossas mãos.
Proteja-se a si e aos outros.
#segurança_em_primeiro_lugar

Pin It
rodape_2.png
Go to top
JSN Boot template designed by JoomlaShine.com